segunda-feira, 26 de setembro de 2011

DÚVIDA...


Olá, em primeiro lugar quero me apresentar, sou acadêmica do curso de educação física (...)
achei seu blog quando fazia uma pesquisa e achei ele interessante, nesse semestre estou tendo a disciplina de natação,o problema é que tenho trauma de água, ou seja não tenho noção alguma de como nadar,muito menos de como ensinar, minha professora pediu que fosse elaborado um plano de aula de iniciação ao nado crawl, e eu não tenho noção nenhuma de como fazer, gostaria de uma ajuda sua, porque pelo jeito você deve fazer planos de aula até dormindo, nele tem que constar, objetivos,conteúdos e recursos, desde ja agradeço.


Olá, tudo bem?
Plano de aula é a coisa mais básica que um professor de natação deve fazer, mas infelizmente a grande maioria não o faz. Posso falar isto porque tenho visto esta situação nos cursos em que tenho dado.
A sua resposta, já está no questionamento que você me faz e no pedido da sua professora. Então vamos lá.
1 - OBJETIVO - O que você pretende com a sua aula, que estilo ou habilidade você quer desenvolver ou melhorar no seu aluno? Se a aula é de crawl, você pode melhorar a técnica do nado, o batimento de pernas, a força, a resistência, saída ou virada, para falar alguns.
2 - CONTEÚDO - Pensando no objetivo da sua aula, o que você vai fazer para alcançá-lo? Vai aquecer? Vai dar educativos? Vai usar nado completo ou fracionado? Qual a intensidade da sua aula? Qual a sequência de ítens que terá na sua aula? (existem vários exemplos destas coisas aqui mesmo no blog).
3 - RECURSOS - Você vai utilizar algum material? Quantos? Para quê? Em que sequência? Todo o trabalho será dentro da água ou terão alguns exercícios fora?
Respondendo a estas questões, você terá o seu plano de aula. Na verdade é bastante simples e pesquisando um pouco mais aqui no blog, você encontrará exemplos para todas as fazes.
Boa sorte.
Até mais.


Prof. Rogerio Mixirica Nocentini

domingo, 25 de setembro de 2011

NINGUÉM É SUBSTITUÍVEL ! ! !



Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores.
Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: "ninguém é insubstituível"!
A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.
Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada.
De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:
- Alguma pergunta?
- Tenho sim. E Beethoven?
- Como? - o encara o diretor confuso.
- O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?
Silêncio…
O funcionário fala então:
- Ouvi essa história esses dias, contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso. Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar. Então, pergunto: quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein? Picasso? Zico? Etc.?…
O rapaz fez uma pausa e continuou:
- Todos esses talentos que marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, mostraram que são sim, insubstituíveis. Que cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa. Não estaria na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe, em focar no brilho de seus pontos fortes e não utilizar energia em reparar seus 'erros ou deficiências'?
Nova pausa e prosseguiu:
- Acredito que ninguém se lembra e nem quer saber se BEETHOVEN ERA SURDO , se PICASSO ERA INSTÁVEL , CAYMMI PREGUIÇOSO , KENNEDY EGOCÊNTRICO, ELVIS PARANÓICO… O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos. Mas cabe aos líderes de uma organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços, em descobrir os PONTOS FORTES DE CADA MEMBRO. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.
O rapaz continuava.
- Se um gerente ou coordenador, ainda está focado em 'melhorar as fraquezas' de sua equipe, corre o risco de ser aquele tipo de ‘técnico de futebol’, que barraria o Garrincha por ter as pernas tortas; ou Albert Einstein por ter notas baixas na escola; ou Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria PERDIDO todos esses talentos.
Olhou a sua a volta e reparou que o Diretor, olhava para baixo pensativo. O volto a dizer nesses termos:
- Seguindo este raciocínio, caso pudessem mudar o curso natural, os rios seriam retos não haveria montanha, nem lagoas nem cavernas, nem homens nem mulheres, nem sexo, nem chefes nem subordinados… Apenas peças… E nunca me esqueço de quando o Zacarias dos Trapalhões que 'foi pra outras moradas'. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: "Estamos todos muito tristes com a 'partida' de nosso irmão Zacarias... e hoje, para substituí-lo, chamamos:…NINGUÉM…Pois nosso Zaca é insubstituível.” – concluiu, o rapaz e o silêncio foi total.
Conclusão:

PORTANTO NUNCA ESQUEÇA:
VOCÊ É UM TALENTO ÚNICO!
COM TODA CERTEZA NINGUÉM TE SUBSTITUIRÁ!

"Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo..., mas posso fazer alguma coisa. Por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso."

"NO MUNDO SEMPRE EXISTIRÃO PESSOAS QUE VÃO TE AMAR PELO QUE VOCÊ É… E OUTRAS… QUE VÃO TE ODIAR PELO MESMO MOTIVO… ACOSTUME-SE A ISSO… COM MUITA PAZ DE ESPÍRITO…"

É  bom  para  refletir  e  se  valorizar !

Boa semana ... INSUBSTITUÍVEL ! ! !

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

ALÉM DE MEDALHAS E RECORDES...O QUE MAIS OS ATLETAS GANHAM COM A NATAÇÃO?

16 VALORES QUE OS NADADORES APRENDEM NO ESPORTE 
Por John Leonard
No Boletim da ASCA - American Swimming Coaches Association. Edição Junho 2002. tradução e Adaptação Alex Pussieldi

1 - Atividade Física - Todos os estudos até hoje apresentados dizem que a natação é o esporte mais completo que existe. Tal valor é incalculável desde as mais tenras idades para o resto de suas vidas.
2 - Autoconfiança - A prática dá ao jovem nadador a condição de enfrentar desafios, melhorando sua auto-estima.
3 - Disciplina - Não existe boa técnica de estilo sem disciplina> não há bom treinamento sem estrutura e isso é básico. Melhor do que a disciplina do trabalho é a auto-disciplina.
4 - Trabalho de Equipe - Natação é impossível de se pensar como um esporte individual. É muito difícil e duro para se encarar assim. Os seus companheiros de treinamento lhe motivam, lideram, seguem e contribuem diariamente com você, isso faz ficar mais fácil.
5 - Espírito Esportivo - Uma das chaves mais importantes no esporte é essa. Bons treinadores ensinam seus atletas a competir com pessoas e não contra pessoas.
6 - Ética no trabalho - Não existe esporte que requeira mais esforço físico do que natação. Os atletas ao longo de suas carreiras aprendem que os seus próprios esforços irão refletir nos seus próprios resultados.
7 - Recompensa em longo prazo - Se aprende demais com a natação. O que você faz no treino de hoje, na semana, no ano, irá se refletir lá na frente no seu maior objetivo. Nadadores aprendem a aceitar que os resultados levam tempo para se desenvolver.
8 - Aprender a utilizar o seu tempo - Nadadores são conhecidos como os atletas de melhores notas na escola. Por quê? A resposta é que, devido ao grande tempo despendido em treinamentos não sobra muito tempo para os alunos, que acabam administrando este tempo de forma adequada para os resultados escolares.
9 - Dedicação - Nadadores aprendem que não podem fazer todas as coisas ao mesmo tempo, mas aprendem também que com a dedicação ao esporte conseguirão resultados mais à frente. Isto também pode ser chamado de concentração ou objetivo.
10 - Habilidade - O meio aquático é muito diferente do nosso natural meio de vida. Por conta disso, nadadores aprendem a desenvolver extrema atenção na melhora da técnica e sensibilidade, isso os fará nadar mais rápido. São pequenos detalhes que são levados para o resto da vida.
11 - Amizade e Respeito - Você talvez não "ame" os seus companheiros de treinos todos os momentos. Mas você aprende a respeitá-los, especialmente pelo esforço durante o programa. Você também leva do esporte amizades que valerão para o resto de suas vidas.
12 - Traçar Metas - Nadadores desde cedo aprendem a medir seu sucesso e como traçar novos objetivos para motivar a si  mesmos.
13 - Igualdade entre os Sexos - Isso você aprende no treinamento e e vê que uma mulher é capaz de suportar qualquer programa de treinamento muitas vezes até à frente de muitos homens.
14 - Apreciar a ajuda do seu grupo de apoio - Seus pais o colocam e o mantém na natação. Treinadores ajudam a inspirar você. Seus companheiros dividem o duro trabalho diário. Tudo isso você leva para o resto de sua carreira.
15 - Coragem - Cada nadador quer ser um herói dentro de sua raia, e isso todos os dias. Todos os dias ele tem a oportunidade de mostrar sua coragem nos treinamentos. Coragem é um elemento a ser desenvolvido e a natação faz isto muito bem.
16 - Compaixão - Todos os nadadores estão sujeitos ao fracasso. Quem é nadador sabe como é se sentir após um resultado não muito esperado. Eles aprendem a superar isso e como é bom recebe o apoio dos companheiros. Nessa hora eles conseguem se levantar para seguir para novas metas.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011


O PARAFUSO – CONTO TECNOLÓGICO

Encaminhado por Marcelo D’Amico


Para todos aqueles que costumam reclamar para pagar honorários em geral, sejam de médicos, advogados, consultores, etc…

Algumas vezes é um erro julgar o valor de uma atividade simplesmente  pelo tempo utilizado para realizá-la…
Um bom exemplo é o caso do técnico em informática que foi chamado a consertar um computador gigantesco e extremadamente complexo… um computador que valia 12 milhões de dólares.
Sentado frente ao monitor, apertou umas teclas, balançou a  cabeça, murmurou algo a si mesmo e desligou o aparelho. Tirou de seu bolso uma pequena chave de fenda e girou uma volta e meia a um minúsculo parafuso.
A seguir, religou o computador e verificou o seu perfeito funcionamento.
O presidente da companhia mostrou-se encantado e se dispos a pagar a conta imediatamente.
“Quanto é que lhe devo? “- peguntou.
“São mil dólares pelo serviço efetuado.”
-Mil dólares? Mil dólares por uns momentos de trabalho? Mil dólares por apertar um simples parafusinho? Eu sei que meu computador custa 12 milhões de dólares, mas mil  dólares é uma quantidade brutal!
“Efetuarei seu pagamento desde que me envie uma fatura detalhada que justifique a sua cobrança”.
O técnico confirmou com a cabeça o pedido e se foi.
Na manhã seguinte, o presidente recebeu a fatura, a leu com cuidado, balançou a cabeça resolveu pagá-la no ato, sem pestanejar. A fatura dizia:
Detalhe dos serviços prestados
Apertar um parafuso……….. …. …. …. …. … 1 dólar
Saber qual parafuso apertar………….. ….. 999 dólares
Mande a todos os profissionais que dia a dia se defrontam com  a falta de consideração com que as pessoas por ignorância não alcançam entendê-los e dê-lhes ao menos um momento de humor.
LEMBRE-SE:
“GANHA-SE PELO QUE SE SABE,
NÃO, SOMENTE, PELO QUE SE FAZ”

Para ler a crônica no blog original, clique aqui.

domingo, 18 de setembro de 2011

DÚVIDA...


Guilherme deixou um novo comentário sobre a sua postagem "MEU CRAWL É BPM...": 

Ola parabens pelo blog, sempre muito interessante. Sou tambem tecnico de natacao, me surgiu uma pergunta: pq vcs decidiram ensinar o nado com braco estirado para essa idade? Valeu abraco 

Olá Guilherme, tudo bem?
O crawl com braço estendido é mais fácil de aprender, mais bonito de se ver e proporciona uma maior amplitude à braçada, pois a criança finaliza melhor a braçada e vai buscar água mais à frente.
Para as categorias Mirim e Petiz, são características muito positivas, que compensam o lado negativo da braçada estendida que é a primeira pegada do nado.
Abraços

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

MEU CRAWL É BPM...




O crawl no Paineiras sempre foi conhecido por ser executado com os braços estendidos. Para manter esta tradição, criamos o DIPLOMA BPM - BRAÇO RETO, PERNA FORTE, MÃO DURA.
Uma vez por mês, os Mirins do Paineiras fazem uma série de 12x25 nadando crawl a cada 60 segundos. Quem conseguir fazer os 12 tiros com os braços retos, as mãos duras e o batimento de pernas forte, ganha o diploma (abaixo).
É uma medida simples que deu um retorno muito grande e muito rápido. 
Crie também sua forma de melhorar a técnica de seus alunos. Faça diferente!

Até mais.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO?...

Tenho dado alguns cursos e coloco um pequeno filme baseado no sucesso literário "Quem mexeu no meu queijo?" para rolar no começo ou no final da apresentação.
Acredito que grande parte de vocês já tenham lido ou conheçam a história, mas para os que não conhecem, é o seguinte.
O livro fala sobre mudanças. Mudanças no emprego, na vida particular e em tudo o que nos cerca. Fala da disposição que temos (ou da falta dela) para buscar nossos objetivos e nos adaptarmos às mudanças. O que isto tem a ver com natação? Tudo!
As mudanças estão aí. Condomínios cada vez com mais infra estrutura esportiva, mega academias com tudo o que há de mais moderno, novo, tecnológico e diferente à disposição dos alunos. Hoje, as esteiras parecem a ENTERPRISE, comandada pelo Capitão Kirk. Cada vez que vejo uma destas esteiras, chamo o Spock!
Hoje você pode fazer aula de tudo o que imaginar e, semana que vem tem mais novidades.
E nossa piscina? Continua lá, com suas raias paradas, com os azulejos parados, com a água "parada". Com os professores dando 5 chegadas de aquecimento, 5 chegadas de perna, 5 chegadas de crawl...
Nossa missão é fazer com que o aluno saia da "enterprise" e venha fazer uma aula com a gente. Desça da bike de spinning e venha fazer aula com a gente. Natação não pode ser encarada somente como uma forma de sobrevivência, mas como prazer!
Temos que fazer com que nossas aulas sejam atrativas o bastante para cativar o aluno e fazer com que ele saia de sua casa, não atrás das novidades dos outros esportes, mas para buscar o prazer e a satisfação que a NOSSA aula proporciona.
Por isso temos que planejar as aulas, prepara o material, buscar formas e atividades diferentes para as aulas. Temos que "ganhar" o nosso aluno de volta, mas só faremos isto estando preparados, motivados e com a cabeça aberta às mudanças que sempre ocorrem. Afinal, você quer que alguém mexa no seu queijo?
Até mais.  

domingo, 11 de setembro de 2011

MAIS UM CURSO...PROJETO ACADEMIA

Este final de semana, o professor aqui deu mais um curso. Desta vez, foi na PROJETO ACADEMIA, uma academia sensacional, com  certeza uma das lindas que eu já vi.
Foram 6 horas de curso falando sobre técnica de estilos, planejamento, atividades motivantes para aulas, sistema de aulas, história do ensino da natação e postura profissional. Foi muito bacana. Agradeço aos professores, à coordenadora Profa. Talita Wang e aos diretores da academia. Com certeza foi uma tarde muito positiva e engrandecedora.

Se você quiser levar o curso para o seu clube ou academia, é só me contatar pelo email rogerionocentini@gmail.com.
Até mais.

Na mídia...