terça-feira, 5 de agosto de 2008

EDUCATIVOS PARA PERNADA DE BORBOLETA


Vendo a imagem ao lado, percebemos que a eficiência é a melhor arma para a sobrevivência, então siga estas dicas para melhorar sua pernada de borboleta, senão, vai acabar como nossa amiga aí.....rsrsrsr!

A pernada de borboleta é fundamental para o nado pois desempenha várias funções, como: 1 – sustentação do corpo, equilíbrio, ritmo do nado, auxilia na recuperação da braçada e na propulsão. Além disso, atua como ondulação submersa que funciona também nos estilos de costas e crawl. Portanto, ter uma boa pernada de borboleta hoje na natação é fundamental.
Como educativos para a pernada de borboleta eu utilizo, entre outros, estes aqui:
1 – com snorkel : pernadas com as mãos nas coxas prestando atenção na movimentação que as mãos fazem sobre as pernas, elas devem deslizar sobre as coxas, assim o nadador percebe a movimentação dos quadris;
2 – perna lateral – fazer o movimento de pernas de borbo de lado, para trabalhar com força o tempo todo – importante fazer força para os dois sentidos, tanto quando faz força em direção ao peito do pé, quanto em direção ao calcanhar;
3 – perna em decúbito ventral – mesmo procedimento que o anterior, porém de barriga para cima, isto auxilia ao aluno perceber o quanto ele está flexionando os joelhos, já que se o movimento for acentuado, os joelhos sairão da água, o que é incorreto;
4 – perna vertical – fazer a perna de borboleta em posição vertical – auxilia na melhoria da posição do corpo e no aumento da força da pernada, pois deve-se vencer a força da gravidade e manter seu corpo o mais alto na água possível – pode-se variar o exercício colocando as mãos nas coxas, nos ombros, fora da água ou estendidas para cima – segurando ou não pesos nas mãos, subindo mais ou menos em rrelação à linha da água;
5 – pernada com flutuador ou prancha entre as pernas – para corrigir pernadas que abrem os joelhos na hora de colocar a força na perna;
6 – pernada respirando no ritmo – com as mãos nas coxas, executar a pernada fazendo a respiração como se estivesse nadando, sem o auxílio dos braços – exercício muito bom para ritmo de nado e respiração, pois o aluno tem que acertar a respiração com a força e ritmo da pernada, sem usar os braços;

Todos os exercícios acima podem ser executados com pés-de-pato como variações de aula.
Importante frisar que a aplicação da força na pernada de borboleta deve ocorrer nos dois sentidos - tanto em direção ao peito do pé, quanto em direção ao calcanhar.

Até mais.

5 comentários:

Marcos Lira disse...

Valeu professor!!!!
Gostei do educativo ventral. =) "Não tirar os joelhos da água, isso é incorreto".

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Marcos, a amplitude do movimento, entre seu ponto mais alto e mais baixo, deve ser a menor possível, então, se os joelhos saírem muito da água, ou o atleta os está flexionadno demais, o que a carreta em diminuição de potência na pernada, ou está com uma ondulação grande demais, o que aumenta o tamanho do corpo na água, aumentando o arrasto e conseqüentemente a resistência da água, diminuindo a velocidade do nado.
Abraços.

Mixirica

Anônimo disse...

Um aluno me questionou sobre a existência da pernada forte e pernada fraca no nado borboleta. Não era do meu conhecimento a existência dessa diferença e pelo que pesquisei posteriormente a essa argumentação do aluno isso realmente não existe. Deve-se fazer força tanto na fase ascendente quanto na descendente. Teria uma comprovação científica quanto a existência ou não desse fato? Qual é o seu questionamento?
Abraços.

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Anônimo.
Realmente não existe a diferença na pernada de borboleta, as duas pernadas são fortes e com intensidade tanto na fase ascendente quanto na descendente. O que nos dá a impressão de uma pernada forte e outra fraca é a posição da cabeça durante o nado. Quando respiramos, a cabeça está fora da água e a pernada mais funda, o que dá a impressão de ser mais fraca a pernada do que a segunda quando a cabeça está dentro da água e a pernada sai mais alta.
Abraços

Prof. Rogerio Mixirica Nocentini

alana disse...

qual as alavancas usadas no nado borboleta?