quinta-feira, 16 de abril de 2009

Por que um adulto vem aprender a nadar?


Interessante texto do Prof. Bona no Blog Dentro D'água/;


Quando se desenvolve um trabalho de Natação para Adultos por um tempo relativamente longo, um aspecto que nos chama a atenção é a ampla gama de motivos pelos quais uma pessoa de 30, 40, 50 e até bem mais anos resolve aprender a nadar, numa fase de vida em que muitos estão procurando “desacelerar”.
Não que eu tenha feito uma pesquisa formal sobre esse tema. Infelizmente não tive essa oportunidade, pois estou convencido de que ela resultaria em um belo trabalho. Mas de qualquer forma, acho que vale a pena alguns comentários à esse respeito, já que muito de nossas atitudes em aula devem estar consonantes com os motivos que levaram nossos alunos a procurar nossos serviços.
As divisões em grupos característicos podem ser muitas, mas gosto de fazê-lo da seguinte forma:
O primeiro grande grupo é o que poderíamos chamar de SAUDÁVEIS. São pessoas que vem nadar atrás de manter ou melhorar sua saúde física. Esses alunos são muito preocupados com seu desenvolvimento técnico, na medida em que isso possibilitará melhorias em sua qualidade de vida, normalmente afetada por problemas como dor nas costas, bronquite asmática, artroses, problemas cardíacos, reabilitação final de cirurgias ortopédicas, problemas circulatórios, etc. Não se importam muito em aprender todos os nados, desde que disponham de um ou dois deles para fazer seu condicionamento físico (normalmente Crawl e Peito pois tem dificuldades com o Costas). São muito assíduos nas aulas e não gostam de feriados ou férias, pois perderão com isso seu espaço de atividade.
O segundo grupo é o dos PRAGMÁTICOS: pessoas que vem aprender a nadar por um objetivo bem definido, normalmente de curto ou médio prazo: ir bem numa prova prática de um concurso público, atender a um dos requisitos de seleção profissional (como aeromoças e comissários de bordo), aprender a nadar pois os filhos estão nadando melhor que ele e vão viajar para a praia, poder ir pescar com os amigos no Pantanal nas próximas férias, etc. São alunos um pouco atabalhoados pois estão sempre com muita pressa, perguntam muito quando vão estar nadando “de verdade”. Também são relativamente assíduos, tem vida curta na Academia e gostam de aproveitar todo o tempo livre de aula, e as cortesias da Academia para freqüentar a piscina e treinar os exercícios de aula.
O terceiro grupo é o dos DOGMÁTICOS, alunos que acreditam (e sempre acreditaram) que nadar é uma coisa muito importante, mas nunca tiveram chance de fazê-lo mais cedo por circunstâncias de vida. São alunos que estão resgatando fragmentos obscuros de seu passado e o fazem freqüentemente cheios de medos e inseguranças. Neste grupo encontram-se os alunos mais difíceis para nós professores, pois muitos passaram boa parte da vida com medo da água ou (o que é pior) tiveram experiências ruins com ela: princípio de afogamento, perda de amigos em afogamentos ou naufrágios, etc. Não costumam ser muito assíduos, precisam de cobrança e de muito elogio, pois sua auto-estima é, de regra, bem baixa. Sentem-se um pouco ridículos por não saberem nadar e, por isso, de estarem ali.
O quarto e último grupo é o dos DESCOMPROMISSADOS. São adultos que buscam a natação por puro lazer. Quase sempre vêm em duplas ou pequenos grupos, e buscam mais a companhia de outras pessoas numa atividade saudável do que a Natação propriamente dita. Evoluem bem devagar já que sua aula tem rendimento baixo: negociam muitos exercícios mais desagradáveis, não gostam de fazer aula sem seus amigos ou amigas, conversam demais com os colegas e mesmo com o professor e são muito refratários a cobranças e correções. São geralmente alunos muito divertidos, mas muito pouco fiéis: somem no frio e nas férias, só retornando quando as condições forem bem favoráveis.
Evidentemente, a natureza humana é bem complexa e há vários alunos que se encaixam em mais de um destes grupos, mas de qualquer forma, esta tipologia nos lembra sempre a importância de conhecermos as motivações de nossos alunos para que possamos dar a eles o melhor de nosso trabalho.
Assunto: Pedagogia da NataçãoEscrito por Bona


Para acessar o blog, clique aqui

32 comentários:

paulagemeos disse...

Caro professor
Meu nome é Paula Moreira e nado desde pequena. Hoje tenho 38 anos e stou muito afim de aprender o nado sincronizado. Além de amar aprender coisas novas, também amo estar na água. VC acha que é possível em minha idade? Só vejo escolas para crianças...
Qto a sua classificação de adultos que praticam a natação, acho que não me enquadro diretamente em nehuma, mas creio que vc foi muito feliz na generalização dos tipos de alunos!

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Paula, tudo bem?
Obrigado por acompanhar o blog. Como você pode ver, o texto não foi escrito por mim, mas pelo Prof. Bona do site Portal da Educação Física - blog Dentro DÁgua. Não escrevo tão bem assim.
Com relação ao nado sincronizado, procure a Lúcia na Federação Aquática Paulista, ela é a responsável pelo Nado Sincronizado e pode lhe ajudar melhor do que eu.
O telefone da FAP é 3884 7557, ou pelo site www.aquaticapaulista.org.br
Abraços
Prof. Rogerio Mixirica Nocentini

Mara disse...

Olá Prof. tenho alguns alunos com mais de 60 parece que nao evolui. Gostaria de dicas para melhorar o crawl e a respiraçao lateral.
Grata.

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Olá Mara. Nesta idade a mobilidade e a capacidade de aprendizado de algumas pessoas diminuem, porém, aprender algo novo é muito importante, então devemos insistir. O que você pode fazer é tirar o foco da respiração e melhorar outras coisas, como batimento de pernas, flutuabilidade, etc. Naturalmente, melhorando outros pontos do nado, a respiração e os outros nados também melhorarão. O importante para estes alunos é que eles gostem da sua aula e sintam prazer em fazê-la, por isso, invista em variação, não fique presa aos 4 nados. O importante é nadar, o resto é consequência.

Prof. Rogerio Nocentini

030311 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
030311 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

oi tenho 29 anos e nao sem nadra
o que preciso fazer!?

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Olá Anônimo, tudo bem?
O melhor que você tem a fazer é procurar uma escola de natação.
Boa sorte.
Prof. Rogerio Nocentini

Anônimo disse...

kara parabens eu realmente sou do grupo dogmatico rsrsrs

João Paulo disse...

Tenho 30 anos e sou do grupo dogmatico, sempre quiz nadar mas não tive oportunidade ou incentivo. Por causa de alguns problemas pessoais decidi aprender as coisas que sempre quiz e não tinha feito. Começei a nadar ontem. Batia tanto as pernas mas não saia do lugar. rsrsrs. Mas vou continuar. Boa sorte a todos!

Anônimo disse...

João Paulo, também senti-me no grupo dogmático, fico realmente acanhado na piscina em virtude da presença dos outros usuários... sinto muita dificuldade em coordenar os movimentos e executar certinho cada exercício, mas devo persistir, comecei ontem e espero que tu já tenhas tido progresso, bem como que eu o tenha logo!

Anônimo disse...

pois eh, tb faco parte do grupo dogmatico.

sabe o que eh pior? tenho panico de colocar a cabeca dentro da agua segurando a respiracao... as vezes me vez o instinto de "puxar a agua pelo nariz".

tenho 36 anos, e fiz minha primeira licao de natacao ha 3 dias atras, e ja arrumei uma desculpa para nao ir nos proximos dias (3 x por semana).

me sinto aterrorizada com isso, se para nadar tenho que "enfiar a cabeca" na agua, entao nunca aprenderei...

eu consigo flutuar, de costas para a agua, e ate "nado" segurando uma pranchinha na frente, mas nao sei o que fazer para perder o medo de colocar a cabeca na agua.

o que eu devo fazer?

obrigada

Beatriz

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Olá Beatriz, tudo bem?
Este é um problema que já passei várias vezes, o aluno ter medo ou não gostar de colocar a cabeça na água. Sempre tratei com muita PACIÊNCIA e acho realmente que esta é a palavra para resolver isto.
Sei que é complicado, porque a aula parece não fazer efeito nenhum, ficamos muito tempo no mesmo exercício, mas não colocar a cabeça na água impede que a gente dê segmento ao aprendizado, já que a maioria das posições e nados são com a cabeça submersa.
O que posso falar? Não falte às aulas, tenha paciência e confie no professor. Se você achar que o professor não tem muita paciência ou pouco interesse, mude de professor, mas não abandone a natação. Quando este período passar e você superar este limite, vai ver como a natação é prazeirosa e mergulhar a cabeça é uma das sensações mais gostosas da vida.
Insista!
Obrigado por acessar o blog.
Prof. Rogerio Mixirica Nocentini

Anônimo disse...

Professor, tenho 33 anos e nunca tive coragem de aprender a nadar. Quando entro na água fico no máximo até a cintura. Ainda consigo aprender pelo menos o básico e nadar alguma coisa ? Abraços
Wagner

raphael disse...

meu nome Raphael tenho 25 anos , não sei nada gostaria de saber se é possivel aprender ??

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

olá Raphael, tudo bem?
Sempre é possível aprender a nadar, já ensinei senhoras de 80 anos a nadar, basta encontrar um bom profissional que será moleza.
Abraços

Prof. Rogerio Mixirica Nocentini

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Olá Wagner, tudo bem?
Claro que é possível. Basta encontrar um bom profissional que você terá o prazer de nadar. É uma das melhores coisas do mundo. Insista, você vai ver que vale muito a pena.
Abraços
Prof. Rogerio mixirica Nocentini

Anônimo disse...

Ola! Meu nome e Mirian tenho 33 anos e minha primeira aula de natacao foi ha 5 dias... para os que nao sabem nadar , fica o incentivo de mais uma aqui, que por falta de oportunidade e ate mesmo por vergonha por ser adulta e nao saber nem o basico. A dica eh nao desistir nunca, sou meio estabanada, mas to adorando e aprendendo muito ! Coragem companheiros!!!

Evandro disse...

Olá professor Mixirica, Tudo bem? Espero que sim.
Gostei muito do texto que vc publicou. Tenho 26 anos e fiz minha primeira aula ontem, gostei muito, mas me sinto desconfortável numa piscina pequena e fazendo exercícios enquanto praticamente todos estão na piscina maior nadando de verdade. Em todo caso, espero não perder a vontade e um dia nadar realmente. Quanto tempo uma pessoa comum leva pra aprender um tipo de nado? e qual o primeiro tipo de natação que devemos aprender?

Um grande abraço!

Prof Rogério Mixirica Nocentini disse...

Sempre é possível aprender. Basta dedicação e orientação.

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

É muito difícil responder quanto tempo uma pessoa vai demorar para aprender a nadar, pois depende de uma serie de fatores, mas o importante é persistir.
Abacos

Tomás A. disse...

em 8 meses é possível aprender a nadar bem ?

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

Depende da sua aptidão, da sua força de vontade, da sua capacidade de aprendizagem e do seu professor. Também depende do que é nadar bem para você. Mas é possível.

Anônimo disse...

é que o cara daqui a 8 meses precisa de fazer uma prova para a marinha de 50metros em menos de 50 segundos. É possível com muita força de vontade e um bom professor em 8 meses?

Prof. Rogerio "Mixirica" Nocentini disse...

é PERFEITAMENTE POSSÍVEL E, COM CERTA FACILIDADE, ATÉ

Anônimo disse...

muito obrigado pela resposta prof.rogério isto vai motiva lo muito!

Anônimo disse...

Olá professor, tudo bom? Meu nome é Fábio, eu tenho 18 anos e não sei nadar. Tenho muita vontade de aprender por diversos motivos, mas não gostaria de entrar numa aula de natação com outros alunos que já sabem nadar. O motivo é tanto a vergonha quanto o fato de eu acreditar que isso não vai me ajudar muito, já que nessas aulas, é um professor comandando toda uma turma, impedindo que ele se dedique no meu aprendizado exclusivo. O que eu gostaria mesmo era de encontrar um professor particular de natação, mas não consigo encontrar nenhum em minha cidade (Rio de Janeiro), todos que eu acho na internet são da cidade de São Paulo. Gostaria da sua ajuda, o que você me recomendaria?
Parabéns pelo seu site e um grande abraço.

Anônimo disse...

Olá Professor e amigos. Iniciei na natação a 3 dias e entendo perfeitamente o que dizem. Primeiramente pedi ao professor que me ensine a base da natação, que seja insistente nesses movimentos, mesmo que eu demore mais tempo a nadar, mas certamente a farei no futuro com melhor desempenho e certamente com técnica mais apurada. E isso facilita muito...!!!!! Para terem uma idéia, estou treinando com triatletas e o professor ninguém menos que Samir Barel, um dos maiores nomes mundiais em maratonas aquáticas. O que recebo dessa galera e do professor eh apenas incentivo e força para persistir. Garra, persistência e alegria são ótimos motivos para seguirem. Bom treino a todos.....Fabio

Anônimo disse...

oi tenho 28 anos e nao sem
nada
o que preciso fazer?

Anônimo disse...

oie e possivel aprender nada em duas semana

Luana Carvalho disse...

Oi Professor,

Meu nome é Luana tenho 32 anos e estou fazendo Educação física, por esse motivo preciso aprender a nadar (nem sobreviver na piscina eu sei) queria saber o que basicamente u maluno de natação deve levar no primeiro dia de aula e oque mais ou menos vai ser passado.

Obrigada desde já!

Luana Carvalho disse...

Oi Professor,

Meu nome é Luana tenho 32 anos e estou fazendo Educação física, por esse motivo preciso aprender a nadar (nem sobreviver na piscina eu sei) queria saber o que basicamente u maluno de natação deve levar no primeiro dia de aula e oque mais ou menos vai ser passado.

Obrigada desde já!