terça-feira, 29 de julho de 2008

BRAÇADA DO NADO PEITO



Hoje vou começara a falar sobre a braçada do nado peito. Como a pernada, também é complexa pois exige várias mudanças de direção e um bom posicionamento dos cotovelos e das mãos, porém, obedece às regras básicas da natação: acelerar e finalizar.

A braçada se inicia com os dois braços estendidos à frente e com as mãos unidas (para facilitar o deslize seja da filipina, seja da última braçada). O movimento se inicia com a abertura dos braços, que não devem ser muito maiores do que a largura dos ombros para a posição de agarre. Neste momento, é importante que se flexionem os cotovelos e se inicie um movimento de rotação dos braços para fora, para baixo e para dentro. Os cotovelos devem ficar o mais fixos e altos posível nesta fase. Este é o momento de maior propulsão da braçada. O importante é que ele seja feita com muita aceleração para que se produza a maior força possível. De nada adianta um movimento correto e lento, para que haja força é necessário que se acelere o movimento.


Para uma boa braçada, além da aceleração e dos cotovelos serem mantidos em posição alta, é muito importante que as mãos não ultrapassem a linha dos ombros no momento da execução da braçada. Isto tiraria o braço da posição de máxima força do movimento.



Quando as mãos se aproximarem em baixo do queixo, será dado início à fase de recuperação. Esta fase será tão mais rápida quanto maior tiver sido a aceleração do movimento na fase de propulsão do nado. As mãos não devem parar o movimento quando chegarem em baixo do queixo, ao invés disso, o nadador deverá continuar acelerando para que a recuperação seja o mais rápida possível e logo se inicie a fase de deslize e a próxima braçada.

Costumo pedir aos meus nadadores que recuperem a braçada com as palmas das mãos voltadas para cima, isto fará com que a finalização da braçada seja mais completa e a recuperação seja mais alta. Com o decorrer do tempo, isto poderá ser modificado para palma com palma ou palmas para baixo, desde que a finalização não seja comprometida.

2 comentários:

Penúltima Dose disse...

otima explicaçao...estou começando...tenterei lembrar,na hora de nadar...ate para que eu nao morra afogado...hasiohaioshoiahsha...valewww

Alex disse...

Explicação sem riqueza em detalhes e pouco específica, pobre para qualquer fonte de pesquisa.